Igreja nos lares?

Existe um movimento crescente de pessoas que deixam as congregações tradicionais para reunirem em suas casas; em grupos organizados ou não. Muitos defendem que, assim como a igreja do primeiro século se reunia em casas, o local correto da reunião da igreja é, obrigatoriamente, a casa dos irmãos. Afinal, o local onde se reune define a Igreja? Leia mais...

Igreja, o Corpo de Cristo

A estrutura das igrejas locais relatadas no Novo Testamento se assemelha muito mais a uma família do que uma organização religiosa. As reuniões eram...

Jesus e a teologia da prosperidade

Somos filhos do Rei, logo devemos ser prósperos? Quem não é está em pecado? O que diria Jesus sobre a teologia da prosperidade?

Jesus na célula

Foi um encontro inusitado. Jesus estava passeando pelas ruas de Brasília, passou pela rodoviária do Plano, aquela multidão, ninguém o reconheceu. Viu um jovem a passos largos, bíblia embaixo do braço, se aproximou:...

Deus e o diabo

Não existe, nunca existiu e nem existirá uma luta épica entre Deus e o diabo. Satanáz sempre soube...

sábado, 20 de abril de 2013

Política e cristianismo

Sobre tentar forçar toda a sociedade a seguir princípios cristãos, é sempre bom lembramos que devemos proclamar o evangelho e não o padrão de Deus para seus discípulos. Nem todos andarão no caminho de Jesus, Ele mesmo disse isso, portanto não podemos obrigar toda sociedade seguir principios que são para aqueles que seguem Jesus e tem do seu Espírito.
 
Quando Jesus chegou à terra os judeus eram escravos de Roma e a idolatria era comum. Jesus não lutou nas esferas políticas ou religiosas, não militou para mudar leis ou proibir atitudes contrárias aos seus ensinos. Antes ele atuou pessoalmente, como exemplo de boas obras e influenciou pessoas. Após sua morte a politica continuava inalterada, mas algumas pessoas foram transformadas.

Quando a Igreja se ocupar em alinhar sua prática com a prática de Cristo, deixar de tentar promulgar leis que somente tem sentido àqueles que seguem ao evangelho e servir ao proximo, quem sabe mude essa péssima impressão que atualmente os cristãos deixam por onde passam. Afinal, o Evangelho verdadeiro deveria ser uma Boa-Nova para toda a humanidade, não uma militância política desprovida de qualquer amor prático.