Pular para o conteúdo principal

Jesus no evangelismo

Na estória anterior deixamos Jesus cultuando o Pai em uma roda com pessoas de má índole na Rodoviária do Plano (veja em: http://filhoimperfeito.blogspot.com/2009/09/encontro-inusitado.html). Lá estava Ele, conversando com desocupados, alguns aparentemente bêbados quando chega um jovem com folhetos na mão:

- Boa tarde, posso dizer algumas palavras para vocês? – o rapaz chega tímido, estendendo a mão com um folheto em direção a Jesus.

- Boa tarde. – alguns respondem, enquanto outros começam uma conversa paralela. Jesus pega o folheto e passa para um homem ao seu lado.

- Você poderia deixar alguns desses folhetos conosco? – pergunta Jesus olhando o jovem visivelmente constrangido. – Você está com vergonha?

- Nããããããooo, eu não tenho vergonha da Palavra. Na bíblia diz que aquele que se envergonhar de Jesus diante dos homens, Ele vai se envergonhar dele diante do Pai. Eu não tenho vergonha do evangelho, por isso que saio evangelizando. – A conversa paralela aumenta, mas Jesus e 2 outros se detêm no rapaz, ainda mais constrangido pela pergunta de Jesus.

- Ah... me pareceu que você estava envergonhado. Não digo que do evangelho, mas da tarefa de abordar desconhecidos para entregar folhetos. Tudo bem... – Jesus olha fundo nos olhos do moço que desvia o olhar para o chão.

- De forma alguma senhor... é uma honra proclamar as Boas-Novas! – o rapaz continua de cabeça baixa pensando em como sair da situação constrangedora com aquele estranho.

- Que bom! É sempre gratificante encontrar alguém interessado em falar sobre as Boas-Novas do Reino. Acredito que nem todos aqui estão interessados, mas como pode ver, eu e esses 2 colegas estamos prontos para receber as novidades que você tem. Diga lá, quais as Boas-Novas? – Jesus fecha uma roda com ele, os outros 2 colegas maltrapilhos e o jovem recém chegado.

- Ééééééé, entãoooo... tá no folheto ai. Jesus morreu por todos nós para a gente ir morar com Ele no céu. Entãooooo... ai no folheto tem os detalhes, horários de culto. Se vocês puderem vão lá à igreja. Hoje mesmo tem culto da prosperidade lá. – Jesus estende a mão para receber o folheto, pois o jovem ainda não havia entregado. Nesse momento um dos colegas, até o momento calado se pronuncia.

- Pô irmão, eu sou crente sabe? Eu era da Igreja Pentecostal dos Milagres de Jesus, não tô indo, mas oro em casa, leio a bíblia sabe? Sou crente! Você tem uma ajuda ai pra me dar? To precisando muito de comer... e ai mais tarde eu vou lá para o culto.

- A minha igreja é a Igreja Internacional do Reinado do Pai, essa ai que você disse eu conheço, mas lá na nossa igreja Deus se manifesta MESMO. Se você for lá Deus vai te abençoar e tirar você dessa situação de miséria. – o rapaz se anima com o interesse do maltrapilho.

- Mas e ai, tem uma ajudinha? – ele faz uma cara de dó e coloca a mão sobre a barriga mostrando com os gestos que a fome estava grande.

- Não tenho... – antes de acabar a frase o outro retruca:

- Ué, se não funciona nem para você, eu vou lá fazer o que??? Não tem nem um trocado ai irmão?– o maltrapilho levanta a voz e se aproxima do rapaz. Jesus intervém encostando levemente a mão no peito do homem:

- Calma, fique tranquilo, eu mesmo não tenho onde reclinar minha cabeça... – o rapaz interrompe rapidamente, vendo a oportunidade de “falar sobre o Reino”:

- Então moço você tem que ir lá na igreja. Vai começar uma campanha lá de 7,77 semanas onde todos vão receber a unção de prosperidade nacional. Ai você sai da pindaíba. Paulo mesmo disse na bíblia: “Deus te chamou para ser cabeça e não cauda”!!! – Jesus olha surpreso com essa argumentação e o versículo atribuído a Paulo.

- Paulo disse isso? – olhar de Jesus não deixa o rapaz.

- Ééééé, Paulo da Bíblia, o senhor não conhece ele, mas lá na igreja o apóstolo prega, ora e as coisas acontecem. Esses dias o apóstolo comprou uma casa no Lago Sul sem nenhum dinheiro... Deus DEU PARA ELE! E ainda veio com um New Civic, aleluiasssss.

- Deus deu a ele? - Jesus olha para o céu... – e eu não tenho nem morada certa...

- É que o senhor não tem fé, por isso tá sem casa, mas vamos lá que o apóstolo vai impor as mãos sobre você para decretar a benção. A benção decretada de acordo com a palavra, Deus tem que ouvir, Ele não é homem para mentir, se tá na bíblia Deus tem que obedecer e fazer, é só decretar como está na palavra. Agora tem quer ter fé e cumprir a campanha direitinho. As coisas acontecem moço. Ôôôôôôôô glóóóóóriaassssss!!!

- É moço... – o colega faminto olha para Jesus – o rapaz tá certo. Fui um tempo na igreja e vi um monte de gente prosperar... ficar rico. Todo culto tinha um testemunho de alguém que fez a campanha e foi abençoado. Carro, casa, bens. Eu mesmo fiz a campanha, mas continuei pobre e pior, vendi o barraco lá no Jardim Ingá para semear e não recebi nada. Sou um homem de pouca fé. Não mereço ser crente... minha mulher me deixou depois que vendi o barraco. O pastor arrumou um homem de Deus para ela. Próspero. – os olhos do homem encheram de lágrimas com a lembrança, ainda doída do fracasso na fé, no relacionamento, na vida.

- Qual o seu nome? – Jesus pergunta para o novo colega.

- É Zaqueu, mas todos me chamam de Pará.

- Ééé, tem que ter fé, senão não funciona. – o jovem se emociona com a história do homem. A única explicação é a falta de fé, a culpa não é de Deus, se Deus não abençoou é porque faltou fé. – Vou indo gente, apareçam no culto depois. Pará, tenha fé... Deus vai restituir 7 vezes mais.

A roda inicial tinha dispersado ficando apenas os 2 que ouviram a “pregação do evangelista”. Jesus passou o braço pelos ombros do Pará e perguntou?

- Vocês estão com fome?

- Pô, nem me fale... véi.

Pará não respondeu e ficou cabisbaixo, perdido em pensamentos.

- E ai Pará, fome? – Jesus pergunta apertando o ombro do Pará.

- Tô não... valeu.

Mesmo com a negativa Jesus enfia a mão em na sua bolsa e retira um marmitex, entregando-o ao Pará.

- Que é isso??? – Pará fica surpreso e antes de continuar a frase Jesus retira outra e entrega ao outro faminto.

- Obrigado! – o cara olha super desconfiado para Jesus que tira um terceiro marmitex:

- Vamos comer enquanto está quente!

- De onde você tirou isso? – Pará não acreditava no que via. O marmitex estava quente...

- O Pai sempre dá o que é necessário. – Jesus finaliza tirando 3 jogos de talheres de sua bolsa.

PS.: Não tomem o texto como doutrina bíblica absoluta. Deus não se encaixa em nenhum padrão humano pré-estabelecido e não só pode, como se manifesta em campanhas evangélicas, pois Ele vê o coração e é galardoador dos que O buscam. Valeu pelo toque Jerônimo.

Como colaborador do blog Igrejas Altenativas no Brasil (http://igrejasalternativas.blogspot.com/) acho que o próximo será Jesus na Igreja Alternativa. Esse vai ser comédia.

Comentários

  1. Pará?! hummmmmm... espero q não seja o mesmo q me abordou lá na Av. Presidente Vargas... ;)

    ResponderExcluir
  2. haha fantástico!

    Expressa bem o quanto somos incapazes na maioria das vezes de traduzir de maneira visível as verdades do evangelho que dizermos viver.

    Deus tenha misericórdia de cada um de nós!

    ResponderExcluir
  3. Estou retribuindo a visita, e passei a segui-lo.
    Muito bom o texto e o blog. Parabéns.
    De quando em quando vemos uns figuras assim, uns talvez evangelizando de fato, já outros micando...
    Abração mano.
    Alberto M de Oliveira
    Ecclesiareformanda.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gostou? Comente!
Não gostou? Comente também!

As mais lidas dos últimos 30 dias

Competição "santa"

O tempo passa rápido! Estou perto dos 40 anos e lembro-me como se fosse ontem quando tinha 20. Com anos passados é normal acumularmos algumas bagagens: conhecimento, experiências, manias, coisa boas e ruins. Na virada deste ano, 2009 para 2010 completarei a "maioridade cristã". Estarei comemorando 18 anos de adoção, 18 anos que o Pai lá do céu me adotou em Cristo. O tempo decorrido não quer dizer muita coisa, afinal crescer no conhecimento de Deus não é natural, demanda relacionamento, renúncia, crucificação do ego e seus desejos. Muitos passam anos no cristianismo, mas continuam sendo governados pelo seu ego e suas vontades, como um bebê, que pensa que o mundo gira em torno de suas necessidades.

Nesses 18 anos de adoção muita coisa em minha vida mudou, principalmente a forma como enxergo o próximo, seja ele da mesma família celestial ou não. Já estive em uma congregação no início de seus trabalhos e a vi crescer assustadoramente, já estive também em grandes congregações em p…

Pedras ou tijolos?

Quando se constrói uma casa hoje em dia, qual o material básico para levantar as paredes? Certamente são os tijolos. Tijolos são feitos em larga escala, obedecendo uma padronização de tamanho que facilita a construção e a torna mais rápida e eficiente. Imagine se você fosse incumbido de construir uma casa de pedras. Inicialmente deveria procurá-las, pois não são fabricadas. Depois de juntá-las seria necessário estudar onde encaixar cada uma, pois são de tamanhos e formatos diferentes e quando melhor encaixadas menos massa entre elas. Seria penoso carregar pedras grandes, trabalhoso usar as pequenas para tapar frestas; é uma obra realmente demorada!!! Muito mais rápido e prático construir com tijolos, não?

Pedro fala um pouco sobre a edificação da igreja comparando com a construção de uma casa. Fica claro a matéria-prima que o Pai usa em sua construção: pedras vivas. Os grandes empreiteiros da fé, na pressa de construir “suas igrejas” aprenderam que se constrói mais rápido com tijolos, …

Igreja nos lares?

Existe um movimento crescente chamado igreja nos lares que vem tomando espaço na mídia, além de preocupar líderes de igrejas tradicionais baseadas em templos religiosos. Esse movimento tem como essência uma tentativa de retorno à prática da igreja do primeiro século onde, segundo afirmam, as reuniões aconteciam nas casas.
É possível perceber um aumento significativo no número de cristãos que se sentem incomodados com o rumo que a igreja institucional tem tomado. Esse incômodo se manifesta de diversas maneiras, desde a desistência da fé até a busca de um grupo "mais verdadeiro", parecido com a igreja primitiva; com infinitas possibilidades entre esses dois extremos. Talvez ai comece um dos problemas da chamada igreja nos lares: a frustação e a falta de perdão. Vou falar sobre isso um pouco mais adiante. Por ora falemos da igreja primitiva e de como ela se reunia:
E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegri…