Pular para o conteúdo principal

Filho imperfeito

Não posso negar que o título do Blog foi influência do livro Proibida a entrada de pessoas perfeitas de John Burke. Sempre soube o quão imperfeito eu sou e a cada dia que me vejo mais íntimo de Deus percebo que sou mais imperfeito ainda. Bom notar que Deus, que por sua vontade me tomou como filho, por adoção, continua me amando, me ouvindo e desejando o meu bem, não porque é cego ou ignora minhas falhas, mas porque ele me ama pelo que sou não pelo que eu faço. Deus me adotou como filho... é, Ele gosta de mim, mesmo eu sendo EU. Sou afortunado!

A confusão, que nos leva a desejar atingir uma perfeição impossível, começa em nossa infância e é turbinada quando somos filhos de pais crentes (eu não fui): "Filhinho se você fizer isso Deus vai te mandar para o inferno". Então crescemos achando que Deus está prontinho para nos lançar em um poço de enxofre fervente quando não fazemos a coisa que Ele quer, quando não somos perfeitos. Ôôô deus iracundo, vingativo e carente. O problema é que ao crescermos tomamos consciência que não daremos conta de ser perfeitos e que e lei mata, então seguimos 2 caminhos: ou mentimos nos dizendo perfeitos, escondendo nossas falhas, ou desistimos, pois esse "deus carrasco" é um saco e muito incoerente, pois apesar de dizer que é amor, quer é me ver tostando no inferno!

Mas então, olhamos para Jesus, que sendo Deus, perfeito, não considerou toda essa perfeição e virou gente, frágil, imperfeito, e totalmente dependente do Pai, para ainda por cima morrer em uma cruz. E ai, Paulo, quando fala sobre isso na carta aos Filipenses, capítulo 2, nos diz para termos o mesmo sentimento dele, de Jesus. Não era a perfeição que Jesus buscava, pois Ele era perfeito e negou essa perfeição, mas a dependência do Pai, o amor que nos move a nos fazermos iguais aos imperfeitos, amá-los e servi-los até a morte.

Saber que faço parte dessa família, não por merecimento, mas por adoção; que Jesus é meu irmão, que posso me espelhar nele, que ele me ama incondicionalmente e que nosso Pai quer meu bem, me faz continuar... Essa certeza, de fazer parte de uma família celestial, me motiva a buscar agradar o Pai, viver com Ele, amá-lo e buscar sua vontade, não porque serei perfeito, mas porque quero viver como Ele..

Comentários

As mais lidas dos últimos 30 dias

Pedras ou tijolos?

Quando se constrói uma casa hoje em dia, qual o material básico para levantar as paredes? Certamente são os tijolos. Tijolos são feitos em larga escala, obedecendo uma padronização de tamanho que facilita a construção e a torna mais rápida e eficiente. Imagine se você fosse incumbido de construir uma casa de pedras. Inicialmente deveria procurá-las, pois não são fabricadas. Depois de juntá-las seria necessário estudar onde encaixar cada uma, pois são de tamanhos e formatos diferentes e quando melhor encaixadas menos massa entre elas. Seria penoso carregar pedras grandes, trabalhoso usar as pequenas para tapar frestas; é uma obra realmente demorada!!! Muito mais rápido e prático construir com tijolos, não?

Pedro fala um pouco sobre a edificação da igreja comparando com a construção de uma casa. Fica claro a matéria-prima que o Pai usa em sua construção: pedras vivas. Os grandes empreiteiros da fé, na pressa de construir “suas igrejas” aprenderam que se constrói mais rápido com tijolos, …

Igreja nos lares em Brasília

A vida da Igreja não acontece em reuniões formais. Ela acontece no dia-a-dia quando pessoas se comprometem com Jesus e umas com as outras. São compromissos crescentes muito além de religião, dogmas, cultos, eventos, passeatas e qualquer outra programação, esporádica ou frequente.

Não é necessário local especial, ou eventos especiais, mas apenas pessoas; pessoas com a firme convicção de que Jesus é Senhor e tem como propósito que o guardemos seus mandamentos e amemos uns aos outros.

"Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele." Jesus, registrado em Jo. 14:21

"Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros." Jesus, registrado em Jo. 13:34-35

Esse é o tipo de vida cristã que buscamos: uma vida normal, simples, …

Igreja nos lares?

Existe um movimento crescente chamado igreja nos lares que vem tomando espaço na mídia, além de preocupar líderes de igrejas tradicionais baseadas em templos religiosos. Esse movimento tem como essência uma tentativa de retorno à prática da igreja do primeiro século onde, segundo afirmam, as reuniões aconteciam nas casas.
É possível perceber um aumento significativo no número de cristãos que se sentem incomodados com o rumo que a igreja institucional tem tomado. Esse incômodo se manifesta de diversas maneiras, desde a desistência da fé até a busca de um grupo "mais verdadeiro", parecido com a igreja primitiva; com infinitas possibilidades entre esses dois extremos. Talvez ai comece um dos problemas da chamada igreja nos lares: a frustação e a falta de perdão. Vou falar sobre isso um pouco mais adiante. Por ora falemos da igreja primitiva e de como ela se reunia:
E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegri…